aeroportos do Paraná

Aeroportos do Paraná têm maior crescimento do país em 2022, mostra boletim turístico

Crescimento em relação a 2021 foi de 58%, saltando de 2,3 milhões de passageiros para 4 milhões, à frente do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal. Números do boletim da Secretaria de Estado do Turismo mostram que Paraná está retomando movimento do período pré-pandêmico.

Aeroportos do Paraná têm maior crescimento do país em 2022, mostra boletim turístico
Aeroportos do Paraná registram maior crescimento do país em 2022 - Foto: José Fernando Ogura
Publicado em 10/05/2023 às 17:16

O Paraná foi o estado com maior aumento no número de embarques em seus aeroportos em 2022, na comparação com o ano anterior: 58%, saltando de 2,3 milhões de passageiros para 4 milhões. Em seguida, vêm Rio de Janeiro (49%), São Paulo (47%), Minas Gerais (41%) e Distrito Federal (18%).

Os dados constam no terceiro Boletim de Dados Turísticos de 2023 , elaborado pela Secretaria do Turismo do Paraná (Setu-PR), que traz uma análise estatística do setor no período de 2018 a 2022. “Os números de 2022 foram excelentes, o que reflete uma retomada do turismo em nosso Estado. No comparativo ao período pré-pandêmico, quando observamos os dados de 2019, podemos afirmar que o Paraná praticamente já recuperou os mesmos patamares de fluxo aéreo”, avalia o secretário do Turismo, Marcio Nunes.  

Os aeroportos de Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá e Cascavel foram responsáveis por 98,8% do fluxo total de embarques no Paraná em 2022. De maneira geral, o embarque de passageiros nos principais aeroportos paranaenses apresentou crescimento, no comparativo entre 2022 e 2021. O principal destaque é o terminal de Foz do Iguaçu, com 62% de crescimento. Na sequência aparecem Londrina (59,5%), Cascavel (59,2%), São José dos Pinhais (56,8%) e Maringá (34%). 

Em números absolutos, o Paraná se posiciona como o 7º Estado com maior fluxo aéreo do país, sendo Curitiba o 12º destino nacional com maior fluxo. “Agora estamos praticamente empatados com Pernambuco e Bahia, enquanto tradicionalmente ficávamos muito distantes destes dois estados. Com a criação da Secretaria do Turismo, nossa missão é mostrar os destinos paranaenses para todo o país e o mundo com mais ênfase, aumentando esse fluxo em nossos aeroportos”, diz Nunes. 

Em 2021, o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou um investimento de R$ 1,5 bilhão para modernizar 14 aeroportos do Estado, com recursos do Estado, União e iniciativa privada. O objetivo é fazer com que o transporte aéreo seja protagonista na transformação do Paraná em hub logístico da América do Sul.  

VOE PARANÁ – O boletim destaca também a influência do Programa Voe Paraná, implementado pelo Governo do Estado, visando a ampliação da aviação regional. Na comparação entre 2022 e 2019, nota-se o expressivo aumento de 56% no número de embarques nos aeroportos de Guarapuava, Pato Branco, Ponta Grossa e Toledo. 

A concretização destas operações se deve a uma política de estímulo do Governo do Estado a esses voos e de investimentos para as prefeituras modernizarem os aeroportos locais.  

Com as novas linhas aéreas regionais, trajetos que eram percorridos em um período de seis a oito horas via terrestre, agora podem ser feitos em apenas uma hora, atraindo turistas e aquecendo o comércio. Os voos facilitam a vida também de quem viaja a negócios ou trabalha em grandes empresas e cooperativas do Interior.  

ESTATÍSTICAS – A Secretaria do Turismo do Paraná (Setu-PR), criada este ano pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, está publicando uma série de levantamentos temáticos que vão ajudar na criação e orientação de políticas públicas para o setor no Paraná. “São documentos elaborados com base em estatísticas já existentes e monitoradas nos últimos anos. Agora, nosso objetivo é consolidar e ampliar esses estudos para as próximas edições, além de incorporar novos levantamentos”, explica o Diretor de Gestão, Sustentabilidade e Inteligência Turística da Setu-PR, Marcelo Martini.  

Este é o terceiro boletim publicado em 2023. “A análise de dados atualizados e séries históricas é fundamental para a implantação de políticas públicas no setor, com segurança e celeridade”, reforça o coordenador de Inteligência e Estratégia Turística da Setu, Yure Lobo, responsável pelos levantamentos.  

Confira AQUI os embarques nos aeroportos do Paraná em 2022.

Tópicos