crescimento populacional

Censo 2022: Paraná tem seis municípios entre os 100 que mais cresceram desde 2010

Entre as 100 cidades que mais cresceram no Brasil, segundo dados do Censo 2022 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicado na quarta-feira (28), o Paraná tem seis municípios em destaque, que tiveram saltos de 45% a 82%.

Censo 2022: Paraná tem seis municípios entre os 100 que mais cresceram desde 2010
Pontal do Paraná - Foto: Ari Dias/AEN
Publicado em 29/06/2023 às 15:20

Entre as 100 cidades que mais cresceram no Brasil, segundo dados do Censo 2022 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicado na quarta-feira (28), o Paraná tem seis municípios em destaque, que tiveram saltos de 45% a 82%, no caso Fazenda Rio Grande.   

Além desse município da Região Metropolitana de Curitiba, que quase dobrou de tamanho desde 2010, indo de 81 mil para 149 mil habitantes e que está em 18º lugar entre os que mais cresceram no Brasil em relação à população anterior, integram esta lista Floresta (76%), Mandaguaçu (59%), Vitorino (49%), Pontal do Paraná (45%) e Sabáudia (45%).

Os dez maiores crescimentos relativos no Brasil foram de Canaã dos Carajás (PA) – 188%, Abadia de Goiás (GO) – 178%, Extremoz (RN) – 150, Goianira (GO) – 111%, Itapoá (SC) – 108%, Querência (MT) – 105%, Barra Velha (SC) – 103%, Satuba (AL) – 95%, Passo de Torres (SC) – 95% e Balneário Gaivota (SC) – 90%.

Do ponto de vista dos números absolutos, o município de Fazenda Rio Grande também se coloca como o paranaense que cresceu em maior número entre os 100 municípios brasileiros que tiveram sua população ampliada, somando 67 mil habitantes e ocupando a 36º posição neste ranking geral. 

Os outros paranaenses são São José dos Pinhais, que ganhou 65 mil habitantes, seguido de Cascavel (61 mil), seguido de Maringá, (54 mil), Londrina (49 mil), Ponta Grossa (46 mil) e Sarandi (34 mil). Todas elas – e ainda Araucária, Toledo, Foz do Iguaçu, Piraquara e Campo Largo – verificaram aumento acima do observado pela Capital.  

No País, os maiores crescimentos absolutos ficaram a cargo de Manaus (AM), com 261.533 habitantes a mais, Brasília (DF) – 244.909, São Paulo (SP) – 197.742, Sorocaba (SP) – 136.758, Goiânia (GO) – 135.325, Boa Vista (RR) – 129.173, Florianópolis (SC) – 115.973, Parauapebas (PA) – 112.516, Campo Grande (MS) – 111.164 e João Pessoa (PB) – 110.417.

Municípios paranaenses entre os 100 que mais cresceram no Brasil em números relativos:

Fazenda Rio Grande – 82%

Floresta – 76%

Mandaguaçu – 59%

Vitorino – 49%

Pontal do Paraná – 45%

Sabáudia – 45%

Municípios paranaenses entre os 100 que mais cresceram no Brasil em números absolutos

Fazenda Rio Grande – 67.168 

São José dos Pinhais – 65.012

Cascavel – 61.874

Maringá – 54.225

Londrina – 49.490

Ponta Grossa – 46.766

Sarandi – 33.963

Confira a evolução habitacional dessas cidades nos últimos três Censos:

Fazenda Rio Grande
2000 – 63.031
2010 – 81.675
2022 – 148.873

São José dos Pinhais
2000 – 204.202
2010 – 264.210
2022 – 329.222

Cascavel
2000 – 245.066
2010 – 286.205
2022 – 348.051

Maringá
2000 – 288.465
2010 – 357.077
2022 – 409.657

Londrina
2000 – 446 822
2010 – 506.701
2022 – 555.937

Ponta Grossa
2000 – 273.469
2010 – 311.611
2022 – 358.367

Sarandi
2000 – 71.392
2010 – 82.847
2022 – 118.455

Sabáudia
2000 – 5.417
2010 – 6.096
2022 – 8.822

Vitorino
2000 – 6.267
2010 – 6.513
2022 – 9.706

Pontal do Paraná
2000 – 14.297
2010 – 20.920
2022 – 30.425

Floresta
2000 – 5.129
2010 – 5.931
2022 – 10.458

Mandaguaçu
2000 – 16.798
2010 – 19.781
2022 – 31.457