Colégio de Nova Esperança do Sudoeste é 1º lugar na olimpíada nacional de matemática

Colégio de Nova Esperança do Sudoeste é 1º lugar na olimpíada nacional de matemática
Publicado em 12/06/2024 às 12:36

No Colégio Estadual Nova Esperança, do município de Nova Esperança do Sudoeste, a semana começou com festa. A escola acaba de sagrar-se campeã da 6 ª edição das Olimpíadas Matific 2024, considerada uma das maiores competições escolares de matemática digital do mundo.

Neste ano, o torneio envolveu mais de 2 milhões de estudantes do Ensino Fundamental, de mais de 3 mil escolas públicas e privadas de todo o País. A disputa aconteceu entre 20 e 24 de maio e desafiou os conhecimentos dos participantes por meio dos desafios propostos pela plataforma Matific, uma das ferramentas digitais de aprendizagem utilizadas como apoio ao ensino da Matemática nas escolas da rede estadual desde 2021.

Esta não foi a primeira vez que os alunos do Colégio Estadual Nova Esperança participaram do torneio. Em 2022, a equipe que representava a escola conquistou o primeiro lugar entre os competidores do Paraná e quarto lugar no ranking do Brasil. Já no ano passado, a escola alcançou o segundo lugar nacional e finalmente, neste ano, o primeiro lugar.

Integraram a equipe deste ano cerca de 80 alunos da escola, que foram homenageados na cerimônia de premiação, realizada online nesta semana, pelo canal da Matific no YouTube. Além de medalhas, a classificação rendeu aos vencedores R$ 15 mil, a serem divididos entre a equipe.

“Essa conquista é fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido há três anos, desde a primeira participação dos alunos na competição, e só foi possível graças ao engajamento dos estudantes que se interessaram em participar e porque se perceberam capazes, impulsionados pelo desempenho diário em sala de aula”, diz o professor Getulio Evandro Martins, um dos coordenadores do grupo de alunos.

Gustavo Lochs, aluno do 7° ano da escola, que integrou a equipe vencedora, disse que o preparo dos estudantes foi bem planejado. “Apesar da plataforma ensinar matemática de forma divertida, levamos ainda mais a sério a realização das atividades em sala, para que na competição pudéssemos alcançar o melhor resultado possível. E conseguimos”, comemora.

COMPETIÇÃO – Nesta edição da competição, o tema proposto foi “Inteligência Artificial”. Por meio dos desafios na própria plataforma, os estudantes acumulavam pontos com base na precisão das respostas e no tempo gasto na resolução das atividades. “Para que a escola alcançasse posições de destaque, a maioria desses alunos deveria atingir a meta de 250 pontos semanais. Do total de metas, nossos alunos acertaram mais de 99% dos desafios, alcançando o topo do ranking nacional”, destaca a professora Solange de Lima, também diretamente envolvida na preparação dos alunos.

Além do Colégio Estadual Nova Esperança, outras duas escolas paranaenses estão no top 10 entre os colégios vencedores: a Escola Municipal Professora Elcídia de Santa Maria Pereira (2° lugar) e a Escola Municipal Iná Ribas Carli (6° lugar), ambas em Guarapuava, no Centro-Sul. A premiação destinada à segunda colocada foi o valor de R$ 10 mil e a do 6º lugar uma medalha aos participantes.

MATEMÁTICA GAMIFICADA – Na rede estadual de ensino do Paraná, o emprego de recursos tecnológicos serve como metodologia de apoio à aprendizagem, consoante relatório expedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), acerca do emprego de ferramentas digitais como suporte ao processo educacional.

Disponível para os alunos do 6º e 7° anos do ensino fundamental, a plataforma Matific, de matemática gamificada, foi implementada como ferramenta de suporte às atividades em sala de aula em 2021 e, por meio de jogos interativos e desafios lúdicos, promove a aprendizagem de conceitos matemáticos e do raciocínio lógico. Desde o seu lançamento na rede de ensino do Estado, a plataforma já acumula mais de 3 milhões de atividades realizadas por mais de 300 mil alunos da rede estadual de ensino.