cidade do idoso

Com 83% das obras concluídas, Paraná vai ganhar Cidade do Idoso no segundo semestre

O projeto é pioneiro no Paraná e reunirá em um mesmo ambiente uma série de serviços, como atividades físicas, atenção à saúde específica para esta faixa etária, cozinha comunitária, letramento, aulas de informática, dança, música, além de integração social e cultural.

Com 83% das obras concluídas, Paraná vai ganhar Cidade do Idoso no segundo semestre
A partir deste segundo semestre, o Paraná vai ganhar um complexo exclusivo para atendimento da terceira idade. A primeira Cidade do Idoso vai funcionar em Irati, na região Centro-Sul, em uma parceria entre Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado das Cidades, e a prefeitura. - Foto: Valdelino Pontes/SECID
Publicado em 23/06/2023 às 10:20

A partir deste segundo semestre, o Paraná vai ganhar um complexo exclusivo para atendimento da terceira idade. A primeira Cidade do Idoso vai funcionar em Irati, na região Centro-Sul, em uma parceria entre Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado das Cidades, e a prefeitura.

O projeto é pioneiro no Paraná e reunirá em um mesmo ambiente uma série de serviços, como atividades físicas, atenção à saúde específica para esta faixa etária, cozinha comunitária, letramento, aulas de informática, dança, música, além de integração social e cultural. Os usuários poderão passar o dia no local de forma gratuita, retornando para suas casas no fim da tarde.

A obra está com 83% de conclusão. Atualmente estão sendo feitos reparos de acabamento, com pintura, pavimentação, paisagismo e instalação de equipamentos externos. O investimento é de R$ 7.951.952,45, com recursos a fundo perdido do Estado e contrapartida do município.

“A nossa população está envelhecendo. Esse será um dos principais destaques do Censo deste ano. No Paraná, estamos antecipando as políticas para essa área com a Cidade do Idosos e o programa dos Condomínios dos Idosos espalhados em diversos municípios, também com obras em andamento. O Paraná ainda é reconhecido pela quantidade de municípios com o certificado Cidade Amiga do Idoso da Organização Mundial da Saúde (OMS). Estamos trabalhando de maneira integrada para gerar qualidade de vida para a terceira idade”, afirmou.

“Estamos sempre atuando em parceria com as prefeituras. Essa obra é um exemplo desse trabalho em conjunto. A Cidade do Idoso vai prestar um atendimento de excelência os moradores da região Centro-Sul”, complementou o secretário de Estado das Cidades, Eduardo Pimentel.

“A Cidade do Idoso de Irati vai acolher idosos de toda as famílias da cidade. Em poucos dias a obra estará concluída e será um complexo social pioneiro no Paraná, que pode se tornar exemplo para o Brasil”, salientou a secretária estadual da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa, Leandre Dal Ponte.

A inauguração do espaço já é esperada pelos idosos que participam das atividades promovidas pela prefeitura de Irati para pessoas com mais de 60 anos. São oficinas de caminhada e alongamento, artesanato, ioga e relaxamento, práticas corporais, bingo, cinema e eventos pontuais, como viagens. No total, são 180 idosos envolvidos com os programas. “Com a Cidade do Idoso vamos oferecer mais atividades, em um espaço melhor e maior. E serão beneficiados moradores não só de Irati, mas de toda região”, disse o prefeito Jorge Derbli.

Entre os beneficiados estão Genuir Vosniak, de 71 anos, Iná Maria de Fátima, 64, e Cleide Simões Soares, 62. Genuir convivia com uma dor no braço que não ia embora e se sentia “enferrujado”, Iná sofria com uma hérnia de disco e Cleide ouvia que deveria buscar mais “exercício físico e menos remédios”. Por recomendação médica, sugestão de amigos ou parentes, os três se inscreveram nos programas da prefeitura, que logo serão transferidos para a Cidade do Idoso.

Desde então, dizem, a atividade física trouxe uma série de melhorias para a saúde física e mental. Eles relatam que as dores diminuíram e a disposição aumentou. “Melhorou minha coluna e as dores que eu sentia no corpo. É um exercício que faz bem até para a alma da gente”, explicou Iná.

Agora eles aguardam pelo novo espaço. “Eu passei lá e achei muito bom. Está sendo feita uma piscina. Tudo vai ser passado para lá. Está de parabéns a prefeitura e o Estado. Só vai melhorar a nossa atividade”, arrematou Genuir.