Energia Infinita

Copel contrata sistema de geração solar para comunidade da Ilha do Mel

A solução foi escolhida pela Copel por ser a tecnologia mais efetiva, sustentável e com menor impacto ambiental para fornecer energia às famílias da comunidade tradicional da Ponta Oeste, que se localiza em uma Área de Proteção Ambiental.

Copel contrata sistema de geração solar para comunidade da Ilha do Mel
Copel contrata sistema de geração solar para comunidade da Ilha do Mel
Foto: José Fernando Ogura/Arquivo AEN
Publicado em 06/07/2023 às 9:10

A Copel vai construir um sistema de geração solar fotovoltaica para atender a comunidade tradicional da Ponta Oeste, na Ilha do Mel. A solução foi escolhida por ser a tecnologia mais efetiva, sustentável e com menor impacto ambiental para fornecer energia às famílias desta comunidade, que se localiza em uma Área de Proteção Ambiental (APA). Nesta segunda-feira (3), a companhia lançou o edital para contratar a empresa que será responsável pela construção das centrais solares.

Sem custos de instalação para a população, o sistema será formado por painéis fotovoltaicos que totalizam 62 quilowatts-pico (kWp) – unidade que mede a capacidade máxima de potência do sistema – e um contêiner com baterias que possuem 75 quilowatts (kW) de potência e capacidade para armazenar 450 (quilowatts-hora) kWh.

Projetado para gerar energia renovável, sem emissão de poluentes e de forma a minimizar os impactos ambientais, o sistema terá capacidade para atender a localidade com energia e possibilitar, além da iluminação, o uso de eletrodomésticos, como geladeira, televisão e ventilador, dentre outros.

Conhecido tecnicamente como Microssistema de Distribuição de Geração Distribuída (MIGDI), o conjunto formado pelas centrais solares e baterias proporciona geração renovável e consiste em uma solução moderna e adequada para atendimento com energia a áreas de proteção ambiental.

“Para armazenar a energia gerada será instalado um sistema de baterias que poderá atender a comunidade por alguns dias, mesmo que não haja sol”, afirma o superintendente de Smart Grid e Projetos Especiais da Copel, Júlio Omori. “Trata-se de um sistema de baterias de lítio que, além de atender a demanda da comunidade, conta com tecnologia que possibilita o acompanhamento remoto de seu funcionamento. Assim, um eventual problema poderá ser identificado instantaneamente e solucionado com mais rapidez”.

Paralelamente, a Copel vai instalar um sistema para aquecimento de chuveiro junto a cada residência. A estrutura é formada por um reservatório térmico de água (também conhecido como boiler) que utiliza o calor do sol para esquentar a água que será utiliza pela ducha de cada casa, mantendo o aquecimento da água sem gasto adicional de energia.

OUTRAS INICIATIVAS – Ao longo dos últimos anos, a Copel investiu para reforçar o atendimento à Ilha do Mel e minimizar o impacto ao meio ambiente. Em 2022, a companhia substituiu uma rede convencional por rede compacta na Ilha do Mel. Foram investidos R$ 302,93 mil na instalação de postes de fibra e na substituição de 4,17 km de cabos. Os cabos compactos instalados são mais resistentes a galhos e outros objetos, garantindo maior qualidade no fornecimento de energia. A melhoria permite, ainda, reduzir a área de poda e o impacto sobre a arborização.

A Ilha do Mel também será beneficiada, em 2024, pelo programa Rede Elétrica Inteligente, que vai trocar gratuitamente os medidores dos consumidores locais por medidores digitais inteligentes. Com os novos equipamentos, que se comunicam de forma remota com o Centro de Operações na Copel, eventuais desligamentos serão restabelecidos mais rapidamente.

A leitura do consumo, assim como o desligamento por inadimplência e a religação após o pagamento das contas são feitos a distância, sem a necessidade de deslocamento de um profissional até o domicílio do cliente. Até agora, o programa instalou mais de 500 mil medidores em quase 80 municípios de todo o Paraná.