Conscientização da Profissão

Dupla apresenta no MUPA performance sobre o trabalho dos profissionais de segurança

“Vidro” faz parte de uma série de propostas performáticas idealizada pelos artistas Antonio Gonzaga Amador e Jandir Jr, que sob o nome fictício Amador e Jr. Segurança Patrimonial Ltda e trajados com uniformes de segurança abordam questões relacionadas à ligação entre instituições de arte e os profissionais de segurança.

Dupla apresenta no MUPA performance sobre o trabalho dos profissionais de segurança
Dupla apresenta no MUPA performance sobre o trabalho dos profissionais de segurança. Na foto, Amador e Jr. Segurança Patrimonial - Foto: Everson Verdiao
Publicado em 20/06/2023 às 14:12

Museu Paranaense (MUPA) apresenta a partir do último domingo do mês (dia 25) a primeira proposta selecionada no III Edital de Ocupação do Espaço Vitrine. A proposta é a performance “Vidro”, do duo Amador e Jr. Segurança Patrimonial Ltda.

Desde a abertura do museu no domingo, às 10h, até o fechamento, às 17h30, será possível conferir a ação performática ao vivo, com entrada gratuita. Os registros do momento permanecerão como instalação artística, em mostra aberta para toda a população no Espaço Vitrine.

“Vidro” faz parte de uma série de propostas performáticas idealizada pelos artistas Antonio Gonzaga Amador e Jandir Jr, que sob o nome fictício Amador e Jr. Segurança Patrimonial Ltda e trajados com uniformes de segurança abordam questões relacionadas à ligação entre instituições de arte e os profissionais de segurança que trabalham cotidianamente em suas salvaguardas.

No texto crítico da mostra, a curadora e pesquisadora Ana Raylander Mártis dos Anjos afirma que a dupla explora o recurso da comicidade e do absurdo. “Utilizando um vocabulário não barulhento nas suas performances, os artistas tensionam os limites entre aquilo que é corriqueiro e aquilo que é extraordinário dentro de uma instituição de arte”, diz.

“Vidro”, o mais novo “serviço” da Amador e Jr. Segurança Patrimonial Ltda., coloca os olhos dos seguranças rentes às separações translúcidas que se abrem em salas e galerias institucionais.

ARTISTAS – Antonio Gonzaga Amador é doutorando em Artes da Cena PPGAC/UFRJ e mestre em Estudos Contemporâneos das Artes PPGCA/UFF em 2019. É formado em Pintura pela EBA/UFRJ em 2013 e participou de cursos e oficinas na Escola de Artes Visuais do Parque Lage entre 2012 e 2014. É um artista visual com interesse em programas performativos que pensem o corpo e seus estudos transdisciplinares.

Jandir Jr. é doutorando e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Contemporâneos das Artes da Universidade Federal Fluminense, possui especialização em Literatura, Arte e Pensamento Contemporâneo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e graduação em Artes Visuais – Escultura pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

SOBRE O EDITAL – O Edital de Ocupação do Espaço Vitrine é um programa do Museu Paranaense que tem como objetivo trazer propostas de exposição nas áreas de Artes Cênicas, Artes Visuais, Design, Arquitetura e pesquisa em diálogo com as disciplinas científicas da instituição: Antropologia, Arqueologia e História, promovendo a interdisciplinaridade entre esses diferentes campos de atuação. Desde sua primeira edição até a atual, foram 168 propostas recebidas e 9 artistas apresentadas ao público, em exposições gratuitas dentro do próprio museu.

Serviço:

“Vidro”, por Amador e Jr. Segurança Patrimonial Ltda

Proposta contemplada no III Edital de Ocupação do Espaço Vitrine

Abertura: domingo (25), às 10h

Às 15h haverá uma cortesia de café espresso, água saborizada e biscoitinhos fornecida pelo Museu em parceria com Terra Café para o público

Entrada gratuita

Museu Paranaense: Rua Kellers, 289, São Francisco – Curitiba – Paraná

Tópicos