Obras durarão dois anos

Edital do novo Trevo do Catuaí tem vencedor declarado; obras vão durar dois anos

Consórcio teve proposta e documentação aprovados pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR). Licitação da obra em Maringá segue para homologação do resultado e formalização de contrato.

Edital do novo Trevo do Catuaí tem vencedor declarado; obras vão durar dois anos
Edital do novo Trevo do Catuaí tem vencedor declarado; obras vão durar dois anos
Foto: DER-PR
Publicado em 11/07/2023 às 9:10

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), autarquia da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), publicou nesta segunda-feira (10) a notificação de declaração de vencedor do edital do novo Trevo Catuaí, em Maringá, no Noroeste. O Consórcio Trevo do Catuaí, composto pelas empresas Contersolo Construtora de Obras Ltda. (arrematante), Dreno Construções Ltda. e LL Zocco Projetos SS Ltda., teve sua planilha de preços e documentação analisados e aprovados pelo DER/PR, concluindo esta etapa da licitação. O valor da obra é de R$ 49 milhões.

Com a publicação no portal Compras Paraná, tem início período de três dias úteis para interposição de recursos quanto ao resultado, com período igual para apresentação de contrarrazões.

Trevo Catuaí – Maquete eletrônica do anteprojeto – Edital do novo Trevo do Catuaí tem vencedor declarado

A próxima etapa é a homologação do resultado da licitação, que também será publicado em diário oficial, seguido pela assinatura de contrato. Após emissão de Ordem de Serviço, o prazo de execução é de 720 dias (dois anos), sendo os primeiros 150 dias dedicados à elaboração do projeto básico e do projeto executivo de engenharia, com os serviços no trecho começando no sexto mês.

A obra vai substituir o atual Trevo do Catuaí, nas proximidades do Shopping Catuaí, por uma interseção em desnível, que receberá o nome Divanir Braz Palma. A BR-376 será rebaixada, incluindo a implantação de duas passagens superiores, ligando a PR-317 e a Avenida João Pereira, que servirão como uma rotatória para acessar vias municipais e comércios locais. O projeto contempla, ainda, a execução de duas passarelas para pedestres e vias marginais na BR-376.

Trevo Catuaí – Maquete eletrônica do anteprojeto – Edital do novo Trevo do Catuaí tem vencedor declarado

O local é um dos principais pontos de congestionamento no município, com tráfego local, tráfego de longa distância e acessos a grandes empreendimentos comerciais concentrados na mesma interseção em nível, considerada um ponto crítico da Avenida Colombo, que é a denominação municipal para o trecho urbano da BR-376 em Maringá. O edital utiliza como base um anteprojeto de engenharia doado ao DER/PR pela prefeitura do município.