infraestrutura

Estado e BID se reúnem para conclusão de programa de US$ 235 milhões de obras em rodovias

Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes proporcionou mais de US$ 235 milhões de investimentos em obras e elaboração de projetos estratégicos. Fazem parte a duplicação da PR-323 em Doutor Camargo e em Umuarama; a duplicação da PR-092 em Siqueira Campos; e a pavimentação entre São Mateus do Sul e Irati.

Estado e BID se reúnem para conclusão de programa de US$ 235 milhões de obras em rodovias
Estado e BID se reúnem para conclusão de programa de US$ 235 milhões de obras em rodovia- Foto: Rodrigo Felix Leal/SEIL
Publicado em 22/06/2023 às 8:10

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), realizou este mês uma reunião estratégica com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), dando início à discussão sobre a finalização do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná. A parceria resultou na execução de obras estruturantes e na elaboração de projetos de engenharia rodoviária e ferroviária que irão moldar o desenvolvimento da infraestrutura do Estado do Paraná pelos próximos anos.

Com parte considerável das obras do programa prevista para conclusão no segundo semestre deste ano, técnicos discutiram os encaminhamentos para finalizar a parceria, considerada bem-sucedida.

“O BID é um grande parceiro do Paraná para o desenvolvimento de nossas malhas rodoviária e ferroviária, garantindo o investimento em obras estratégicas e de elevado cunho social, atendendo a demandas históricas da população”, afirmou o secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. “E foi dentro desse programa com o BID que desenvolvemos a modelagem da Nova Ferroeste, que nos próximos anos vai levar o Paraná a um novo patamar da exportação agropecuária”.

O Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná proporcionou um investimento de US$ 235 milhões em obras, projetos e estudos, com a visão de contribuir para o aumento da eficiência e da competitividade produtiva do Paraná a partir do desenvolvimento da infraestrutura e do transporte sustentável, reduzindo o número de pontos críticos de segurança da malha, melhorando os custos de operação de transporte e o tempo de viagem.

“São praticamente seis anos de parceria, por meio da qual foram abordadas obras de grande complexidade e de relevância histórica para os paranaenses. Levamos o pavimento a Coronel Domingos Soares, um dos últimos municípios do estado sem um acesso rodoviário pavimentado, e já chegamos na metade da pavimentação para acesso a Mato Rico, outro município também aguardando uma ligação adequada à malha rodoviária do Paraná”, disse o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

Representando o BID, vieram ao DER/PR em Curitiba o consultor da Divisão de Transporte Gonzalo Rodríguez Valverde, a analista de operações Pétala Cardoso Araújo, e a team leader Paloma Munoz Garcia. Outras reuniões serão realizadas ao longo dos próximos meses, garantindo a finalização da parceria formalmente em 2023.

CARTEIRA – A carteira de obras do programa inclui, além das pavimentações em Coronel Domingos Soares e Mato Rica, a duplicação da PR-417 em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC); a pavimentação entre São Mateus do Sul e Irati; a implantação do Contorno Sul de Wenceslau Braz e do Contorno Norte de Castro; a duplicação da PR-323 em Doutor Camargo e em Umuarama; a duplicação da PR-092 em Siqueira Campos; e a correção dos pontos críticos de alagamento entre São João do Ivaí e Godoy Moreira, entre outras.

Dentro do Banco de Projetos do Paraná, o programa foi responsável pelos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica, Ambiental e Jurídica da Nova Ferroeste; os projetos de duplicação entre Matinhos e Pontal do Paraná; de duplicação e ampliação entre Ponta Grossa e Palmeira; de ampliação da capacidade entre Toledo e Assis Chateaubriand; de pavimentação entre Cafelândia e Jotaesse; de pavimentação entre Mato Rico e Roncador; de duplicação entre Guarapuava e Pitanga; de ampliação da capacidade entre Pitanga e Campo Mourão e entre Pitanga e Mauá da Serra; de ampliação da capacidade entre Santo Inácio e Iguaraçu; e entre Santo Inácio e Nova Esperança, entre outras.

OUTROS PROJETOS – Em maio, o governador Carlos Massa Ratinho Junior participou de um encontro com o presidente do BID, o brasileiro Ilan Goldfajn, em Nova York. Eles conversaram sobre novas ideias e projetos para os próximos anos. Além do contrato de crédito para obras de infraestrutura, o Estado possui cinco outras operações contratadas junto ao banco em áreas como desenvolvimento social, segurança pública, gestão fiscal e educação. Os contratos somam mais de US$ 1 bilhão, dos quais US$ 430,7 milhões são de contrapartidas do Estado.