honra

Governador recebe a medalha Guardiões do Palácio Iguaçu, da Casa Militar

A insígnia foi entregue a Ratinho Junior pelo chefe da Casa Militar, coronel Sérgio Vieira, em uma cerimônia no Palácio Iguaçu que contou com a presença de integrantes do órgão.

Governador recebe a medalha Guardiões do Palácio Iguaçu, da Casa Militar
O governador Carlos Massa Ratinho Jr. recebeu medalha da Casa Militar. Foto: Roberto Dziura Jr/AEN
Publicado em 30/06/2023 às 9:50

A Casa Militar do Governo do Paraná condecorou nesta quinta-feira (29) o governador Carlos Massa Ratinho Junior com a Medalha de Mérito Guardiões do Palácio Iguaçu, em reconhecimento ao seu apoio a todos os trabalhos desempenhados pela unidade. Com 95 anos de história, a Casa Militar é responsável pela segurança do governador, do vice-governador e de todos as autoridades que visitam o Paraná, além de gerir o transporte aéreo do Estado.

Curitiba, 29 de junho de 2023 – O governador Carlos Massa Ratinho Jr. recebeu medalha da Casa Militar.

A insígnia foi entregue a Ratinho Junior pelo chefe da Casa Militar, coronel Sérgio Vieira, em uma cerimônia no Palácio Iguaçu que contou com a presença de integrantes do órgão.

Curitiba, 29 de junho de 2023 – O governador Carlos Massa Ratinho Jr. recebeu medalha da Casa Militar.

Criada na antiga Companhia Independente de Polícia de Guarda, a Medalha de Mérito Guardiões do Palácio Iguaçu passou a ser de responsabilidade da Casa Militar em 2017. É um reconhecimento a militares, civis e entidades públicas pelos serviços prestados, principalmente àqueles que atuam na segurança das autoridades e na proteção das instalações da sede do governo estadual. 

Curitiba, 29 de junho de 2023 – O governador Carlos Massa Ratinho Jr. recebeu medalha da Casa Militar.

Além dessas atribuições, a unidade presta importantes serviços na área da saúde, dando suporte à logística de insumos, vacinas e órgãos para transplante, por meio da sua Divisão de Transporte Aéreo. A disponibilidade de aeronaves do governo estadual no transporte de órgãos é um diferencial do Paraná, já que a maioria dos estados precisa de apoio da Força Aérea Brasileira. Esse é um dos motivos que faz com que o Estado ocupe a liderança no número de transplantes no Brasil.