Turismo

Governo do Paraná cria índice inédito para monitoramento da atividade turística

O índice terá sua primeira edição publicada no final de 2023, e será atualizado anualmente para que os gestores do Estado e dos municípios possam acompanhar a performance de seus indicadores. O levantamento, inédito no Estado, será realizado por técnicos da Secretaria do Turismo (Setu) e do Ipardes.

Governo do Paraná cria índice inédito para monitoramento da atividade turística
Foto: SETU-PR
Publicado em 20/09/2023 às 14:15

O Paraná terá uma metodologia exclusiva para mensurar e avaliar economicamente a atividade turística no Estado e nos municípios ao longo do tempo, chamada Índice de Desempenho da Atividade Turística no Paraná (IDAT-PR). O estudo será viabilizado por meio de um termo de cooperação firmado nesta terça-feira (19) entre a Secretaria de Estado do Turismo (Setu) e o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes).

O índice terá sua primeira edição publicada no final de 2023, e será atualizado anualmente para que os gestores do Estado e dos municípios possam acompanhar a performance de seus indicadores. Atualmente, o volume de atividades turísticas é mensurado apenas pela Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas abrangendo todos os estados.

O levantamento, inédito no Estado, será realizado por técnicos das duas pastas num universo de oito indicadores estaduais e municipais, que vão desde o índice de emprego em segmentos ligados ao turismo até o volume de investimento em comparação com o orçamento total de cada município. “Será uma ferramenta importante e confiável para a tomada de decisões, pois abrangerá municípios de todo o Estado com base em informações oficiais”, explicou o diretor-presidente do Ipardes, Jorge Callado.

“A área de turismo tem características muito específicas; são atividades com resultados mais difíceis de mensurar. Mas conseguimos chegar a uma metodologia que será bastante útil e totalmente confiável”, disse o diretor do Centro de Pesquisa do Ipardes, Julio Suzuki Júnior. 

“Ter em mãos informação correta e dados precisos é fundamental para se criar políticas públicas e direcionar recursos e programas de forma embasada. Criamos na Setu um Departamento de Inteligência, que vem realizando uma série de pesquisas e estudos importantes, e agora contaremos também com toda a expertise do Ipardes, órgão que é referência nacional nesta área de levantamento de estatísticas, para a formatação de um novo instrumento que será, sem dúvida alguma, um grande direcionador do programa de governo”, avaliou o secretário do Turismo, Marcio Nunes.

A Secretaria do Turismo do Paraná (Setu-PR) está publicando desde o início de 2023 uma série de levantamentos temáticos que vão ajudar na criação e orientação de políticas públicas para o setor no Paraná. Segundo o coordenador de Inteligência e Estratégia Turística da Setu, Yure Lobo, são documentos elaborados com base nas estatísticas já existentes e monitoradas nos últimos anos. O objetivo é consolidar e ampliar esses estudos para as próximas edições, além de incorporar novos levantamentos.

“A análise de dados atualizados e séries históricas é fundamental para a implantação de políticas no setor”, explicou. “Agora buscamos essa parceria com o Ipardes no intuito de unir esforços para o conhecer melhor o setor turístico paranaense, baseado em dados e estatísticas, a fim de acompanhar o desenvolvimento da atividade e subsidiar o estabelecimento de estratégias, diretrizes e recomendações relativas ao turismo no Paraná”. 

O Ipardes completou 50 anos em 2023. Ele ajuda gestores do Governo do Estado, secretarias, prefeituras e outros órgãos públicos a acompanhar a evolução da economia estadual e regional.

PRESENÇAS – Participaram da cerimônia de assinatura as assessoras técnicas da Setu Gilce Battistuz e Deise Bezerra; e Francisco de Castro, coordenador do Núcleo de Macroeconomia e Desenvolvimento Regional do Ipardes.