ato de heroísmo

Homem que imobilizou atirador em Cambé deve ser homenageado pelo Poder Legislativo

O pedido de reconhecimento pelo ato heroico de Joel de Oliveira foi protocolado por Luiz Fernando Guerra (União), nesta quarta-feira (21).

Homem que imobilizou atirador em Cambé deve ser homenageado pelo Poder Legislativo
“A atitude de Joel de Oliveira foi heroica. Mesmo sabendo do risco, ele agiu com rapidez e eficiência, atitude que salvou a vida de muitos alunos e educadores que estavam no local. Joel é um herói paranaense e nosso reconhecimento é também um agradecimento pela sua atitude e coragem”, destacou Luiz Fernando Guerra. - Foto:Divulgação
Publicado em 22/06/2023 às 9:00

Joel de Oliveira, o homem de 62 anos que imobilizou o ex-aluno no atentado ao Colégio Estadual Helena Kolody, em Cambé, no norte do Paraná, será homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado.

A eficiência na ação que o paranaense teve ao conseguir interromper o ataque aos alunos de do Colégio de Cambé será reconhecida por meio de menção honrosa do Legislativo. A iniciativa foi protocolada na manhã desta quarta-feira (21), pelo deputado estadual Luiz Fernando Guerra (União). 

“A atitude de Joel de Oliveira foi heroica. Mesmo sabendo do risco, ele agiu com rapidez e eficiência, atitude que salvou a vida de muitos alunos e educadores que estavam no local. Joel é um herói paranaense e nosso reconhecimento é também um agradecimento pela sua atitude e coragem”, destacou Luiz Fernando Guerra.

Joel de Oliveira é prestador de serviços e trabalhava ao lado da escola quando ouviu os disparos e viu as pessoas correndo. Logo que entrou na escola, se deparou com o responsável pelo ataque. Fingindo ser policial, imobilizou o atirador e o segurou até que a equipe da polícia chegasse no local. Antes da chegada de Joel, Karoline Verri Alves, 17 anos, e Luan Augusto, de 16 anos, foram atingidos.