Inverno menos frio

Inverno chega com El Niño em atividade

Isso aponta para a ocorrência de poucas ondas de ar frio e um regime de precipitações dentro do esperado para a estação, mas com possibilidade de haver episódios de veranicos (sequência de vários dias sem chuvas), de acordo com a meteorologista Ângela Costa, do IDR-Paraná

Inverno chega com El Niño em atividade
Ondas de frio serão menos intensas no inverno, porém o índice de chuvas pode ser maior que o esperado mas ainda com a possibilidade de vários dias sem chuva. Foto: Ana Tigrinho
Publicado em 21/06/2023 às 15:50

O inverno tem início nesta quarta-feira (21) e os modelos climáticos utilizados pelos pesquisadores indicam que o fenômeno El Niño — aquecimento das águas do Oceano Pacífico que tem reflexos no padrão de chuvas e temperaturas do Brasil e de várias partes do mundo — está em atividade.

Esse quadro aponta para a ocorrência de poucas ondas de ar frio e um regime de precipitações dentro do esperado para a estação, mas com possibilidade de haver episódios de veranicos (sequência de vários dias sem chuvas), de acordo com a meteorologista Ângela Costa, do IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná — Iapar-Emater).

Na agricultura, chuvas irregulares e ocorrência de geadas podem prejudicar o desenvolvimento e a colheita do milho segunda safra.

Já os produtores de cereais de inverno — como trigo, aveia e cevada — devem ficar atentos à possibilidade de prejuízos com geadas tardias na fase de florescimento e espigamento das lavouras.

Alerta Geada – Em operação até setembro pelo IDR-Paraná e o Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná), o Alerta Geada é um serviço que publica diariamente um boletim informativo sobre as condições meteorológicas e a evolução de massas polares pelo Estado.

Pode ser acompanhado no aplicativo Iapar Clima — disponível gratuitamente na App Store e no Google Play —, nas páginas do IDR-Paraná, do Simepar, com uma ligação para o telefone (43) 3391-4500 e, ainda, por mensagens via Telegram (interessados nesse canal devem se cadastrar AQUI).
Além do boletim diário, alertas de geada são emitidos e amplamente divulgados quando há aproximação de massas de ar frio com potencial para causar danos à agropecuária.

Em caso de geada prevista, o IDR-Paraná orienta os agricultores a adotar medidas para prevenir ou reduzir danos às culturas sensíveis a baixas temperaturas.

Recomenda-se o cuidado com as lavouras de café de até dois anos, hortaliças, mudas de frutíferas tropicais recém-plantadas e viveiros de plantas sensíveis. Entre as opções de proteção aplicáveis, conforme a cultura, estão aquecimento, irrigação e cobertura das mudas. Granjas de aves e suínos também devem ser aquecidas.