Campanha de Vacinação

Mais de 500 doses da vacina contra meningite foram aplicadas no fim de semana na região Oeste

A ação emergencial aconteceu por conta da confirmação de um surto de meningite bacteriana (meningo C) no município de Quatro Pontes. Foram administradas 434 doses na população de Quatro Pontes e 78 em Toledo, onde mais de mil carteirinhas de vacinação foram avaliadas.

Mais de 500 doses da vacina contra meningite foram aplicadas no fim de semana na região Oeste
Mais de 500 doses da vacina contra meningite foram aplicadas neste final de semana na região Oeste do Paraná
Foto: SESA-PR
Publicado em 11/07/2023 às 9:00

Em um esforço conjunto entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e as secretarias municipais de Quatro Pontes e Toledo, localizados na 20ª Regional de Saúde de Toledo, no Oeste, foram aplicadas neste final de semana (8 e 9) mais de 500 doses da vacina contra a meningite.

A ação emergencial aconteceu por conta da confirmação de um surto de meningite bacteriana (meningo C) no município de Quatro Pontes. Foram administradas 434 doses na população de Quatro Pontes e 78 em Toledo, onde mais de mil carteirinhas de vacinação foram avaliadas.

Para atender a demanda local e fazer o enfrentamento e contenção do surto diante dos casos registrados, a Sesa encaminhou, na última sexta-feira (7), de forma emergencial, 4 mil doses da vacina meningocócica C e 2,1 mil doses de meningocócica ACWY.

“Embora o surto tenha sido confirmado apenas no município de Quatro Pontes, a recomendação é para que toda a região intensifique a vacinação. Esta ação protege não apenas aqueles que estão se imunizando, mas também toda a população, reduzindo a circulação dos agentes causadores da meningite”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Até o momento, já são quatro casos confirmados da doença, sendo três pessoas (um homem de 64 anos e duas mulheres de 55 e 53 anos) do município de Quatro Pontes, e uma mulher (19 anos) de Toledo. Todos os confirmados estiveram em uma festa junina no dia 10 de junho.

AÇÃO – Seguindo a recomendação da Sesa, a ação deve permanecer até que a maioria da população esteja vacinada. Para o município de Toledo a indicação é que seja intensificada a vacinação para a população de crianças até 10 anos, adolescentes de 11 a 14 anos e população do Centro de Imunobiológicos Especiais (CRIE).

No município de Quatro Pontes, a imunização deve ocorrer com a vacina meningocócica C (Conjugada) de forma seletiva para crianças até 10 anos, para trabalhadores da saúde e população específica contemplada pelo CRIE, e de forma indiscriminada para a população de 50 a 69 anos. Já a vacina meningocócica ACWY de forma seletiva para a população de 11 a 25 anos de idade e população contemplada no CRIE. 

Para os municípios vizinhos, a recomendação é a busca ativa para imunização de toda população não vacinada conforme o Programa Nacional de Imunização (PNI).

DOENÇA – A meningite bacteriana é transmitida por meio das vias respiratórias, por gotículas e secreções do nariz e da garganta. Para evitar a transmissão, a Sesa orienta que os ambientes estejam sempre ventilados com janelas e portas abertas. Ao tossir ou espirrar deve-se cobrir o nariz e a boca com lenço de papel ou com o antebraço, manter as mãos limpas e fazer o uso constante de álcool em gel. Além disso, evitar o compartilhamento de copos e talheres.

SINTOMAS – Os principais sintomas da doença são dor de cabeça, rigidez da nuca, febre, náuseas, vômitos, com possibilidade de manchas na pele. Em crianças menores de um ano os sintomas clássicos podem não ser tão evidentes, com irritabilidade e choro persistente. Essas manifestações podem surgir entre dois a 10 dias após o contágio (período de incubação) mas acontecem principalmente entre três a quatro dias.

COBERTURA VACINAL – No ano passado, o Estado atingiu 85,71% da meta de imunização da vacina Meningocócica C (indicada para crianças menores de um ano). Da vacina ACWY (incorporada em 2020 e atualmente destinada a adolescentes de 11 a 14 anos) o registro de 2022 indica 116,6 mil aplica