educação

Matemática gamificada estimula alunos da rede pública na aprendizagem da disciplina

Por meio de jogos interativos e educacionais, os alunos têm uma opção a mais, paralela à sala de aula, para praticar de forma divertida exercícios de equação, porcentagem, trigonometria, entre outros conteúdos.

Matemática gamificada estimula alunos da rede pública na aprendizagem da disciplina
Matemática gamificada estimula alunos da rede pública na aprendizagem da disciplina Foto: SEED
Publicado em 10/05/2023 às 15:58

Estudantes da rede estadual do Paraná contam, desde 2021, com ferramentas lúdicas para estimular a aprendizagem de uma disciplina que pode ser um desafio para muitos: a Matemática. Assim, por meio de jogos interativos e educacionais, os alunos têm uma opção a mais, paralela à sala de aula, para praticar de forma divertida exercícios de equação, porcentagem, trigonometria, entre outros conteúdos.

As atividades lúdicas são desenvolvidas em duas plataformas disponibilizadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seed-PR): Matific e Khan Academy. A primeira é ofertada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental desde o segundo semestre de 2021 e, neste ano, passou a abranger também as turmas de 7º ano. No primeiro semestre de 2023, acessaram a plataforma mais de 4 mil professores e 263 mil alunos, que realizaram mais de 3 milhões de atividades.

No Colégio Estadual Professora Marli Queiroz Azevedo, em Curitiba, os desafios do Matific têm auxiliado os alunos na compreensão de conceitos matemáticos e no desenvolvimento do raciocínio lógico. Segundo o professor José Ricardo Dolenga Coelho, as atividades levam a um maior engajamento dos estudantes e, consequentemente, a melhores resultados de aprendizagem.

Outra importante função da plataforma é disponibilizar ao professor dados sobre a performance de cada estudante e turma em relação a cada conteúdo visto.

“Consigo monitorar o progresso dos alunos e identificar a área em que eles mais necessitam de atenção. Então, ajusto meu plano de estudos e posso personalizar a aula, fornecendo feedbacks aos estudantes para que melhorem na área em que precisam”, diz José Ricardo.

Sophia Leonel Lamin (10), que está no 6º ano do Colégio Estadual Leôncio Correia, em Curitiba, diz que gosta do Matific e que está animada para avançar nas fases dos jogos. “Eu acho muito interessante fazerem esse tipo de jogo que é educativo, sobre o conteúdo que a professora passa”, afirma. “Foi assim que a Matemática virou minha matéria favorita.”

Neste primeiro semestre de 2023, o investimento da Seed-PR para a disponibilização do Matific aos estudantes foi de cerca de R$ 4,25 milhões.

NOVA PLATAFORMA – Disponível desde o início do ano letivo de 2023 para todos os estudantes desde o 8º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio, além dos alunos do programa de reforço Mais Aprendizagem, a plataforma Khan Academy começou como projeto-piloto no último trimestre de 2022 e, agora, conta com quase 340 mil alunos ativos.

A plataforma gratuita, criada por uma organização sem fins lucrativos, ganhou uma seção especial para os estudantes da rede estadual: o Curso Paraná, que consiste em uma série de aulas compostas por vídeos, artigos e exercícios, divididas trimestralmente, de acordo com o conteúdo previsto para cada série conforme a BNCC (Base Nacional Comum Curricular). O curso foi disponibilizado por meio de um termo de cooperação, sem custos para a Seed-PR.

Ruan da Cruz Fortunato (12) estuda no 6º ano no Colégio Estadual Leôncio Correia, em Curitiba, e utiliza o Khan Academy durante as aulas de reforço do programa Mais Aprendizagem. “Eu acho muito legal. Tem muitas perguntas que eu gosto. Desde que comecei a usar, eu melhorei bastante”, diz o aluno.

“As turmas com as quais tenho utilizado o Khan Academy apresentam bons resultados”, diz a professora Luzia Regis Narok Pereira, que leciona no Colégio Estadual Professora Marli Queiroz Azevedo, na Capital. “Nós, professores, discutimos muito as possibilidades de utilização da plataforma com os alunos”.

Tópicos