Inovação

Negócios inovadores ganham espaço no Paraná com criação de Agências de Inovação

Secretaria da Inovação já tem 14 processos de criação de Agências de Inovação e municípios do Interior para promover qualificação e acesso à modernização.

Negócios inovadores ganham espaço no Paraná com criação de Agências de Inovação
Foto: Prefeitura de Guaratuba
Publicado em 04/07/2023 às 14:45

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Inovação, Modernização e Transformação Digital (SEI), está criando as Agências de Inovação no intuito de promover o desenvolvimento nos municípios de menor e médio porte.

Essas agências têm a responsabilidade de gerir a política de inovação em nível local, visando proporcionar maior acesso às novas tecnologias e ao empreendedorismo para os cidadãos em todas as regiões do Estado.

O secretário Marcelo Rangel destaca que as agências de inovação possibilitam o desenvolvimento de negócios em diversos setores. “São espaços públicos que abrem boas oportunidades para a população. Temos como política aproximar o cidadão das grandes oportunidades, por isso estamos investindo na qualificação e no apoio do Estado ao empreendedor”, disse o secretário. “Por exemplo, por meio da agência, um pequeno agricultor ou um jovem interessado em desenvolver algo inovador não precisa deixar sua cidade para impulsionar seu negócio”, explica Rangel.

Atualmente, há 14 processos em andamento para a implantação de novas agências, que impulsionarão negócios embrionários ou já existentes. As agências já estão mais avançadas com espaços já definidos em três municípios: Carambeí, nos Campos Gerais; Morretes e Guaratuba, situados no Litoral.

Em Carambeí e Morretes, os convênios entre o Estado e os municípios já foram assinados, e os espaços estão sendo revitalizados e preparados para a instalação de equipamentos de tecnologia, além da oferta de cursos para a qualificação profissional.

Em Guaratuba, será realizada na próxima semana uma apresentação das diretrizes da agência municipal para entidades do setor privado, com o objetivo de buscar parcerias para investimentos nesse espaço.

Além disso, os primeiros passos estão sendo dados, com protocolos em andamento, para convênios com os municípios de Ortigueira, Tibagi, Pitanga, Rio Azul, Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro, Manoel Ribas, na região dos Campos Gerais; em Arapongas, no Norte; em Itapejara d’Oeste, no Sudoeste; e em Matelândia, no Oeste.

PROGRAMA – O projeto tem como objetivo a criação de espaços públicos com governança compartilhada entre os municípios, o governo estadual, instituições de ensino, secretarias municipais, Sistema S e setor privado. Com essa gestão compartilhada, será possível criar uma agenda comum entre os parceiros e as lideranças locais, impulsionando e popularizando a geração de negócios inovadores.

As agências, lideradas pelas prefeituras, atenderão a todos os públicos, contando com a parceria de assessorias técnicas da SEI e gestão na governança. As ações buscam conectar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, como a redução de desigualdades, o desenvolvimento de comunidades sustentáveis, o crescimento econômico, entre outros.

Essa iniciativa terá um impacto direto no ambiente produtivo e social, promovendo a criação de novos produtos e serviços por meio da qualificação e parcerias com o setor privado, além de capacitações para diferentes faixas etárias, com o intuito de promover a inclusão digital e a qualificação de mão de obra voltada para o mercado de tecnologia e inovação.

A parceria entre o município e o Estado é desenvolvida por meio de convênios, utilizando espaços públicos pouco aproveitados pela população. A Secretaria da Inovação investe na montagem do espaço, com a instalação de infraestrutura, como Wi-Fi, computadores, impressoras 3D, televisões e móveis, de acordo com as demandas e desafios de cada município.

Por sua vez, a prefeitura cede o local, bem como a manutenção do espaço e servidores responsáveis pela gestão, como contrapartida, assumindo a responsabilidade pela administração da agência.