Os Incríveis

Os Incríveis apresentam show de 60 anos de trajetória no Guaíra neste domingo

Hits como "Marcas do que se foi", "Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones" e "Capeta em forma de guri" estarão no repertório do show inédito em Curitiba, no auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão), às 19h.

Os Incríveis apresentam show de 60 anos de trajetória no Guaíra neste domingo
Publicado em 11/06/2024 às 19:27

Rodando o Brasil em comemoração pelos 60 anos, a banda Os Incríveis promete agitar o Teatro Guaíra neste domingo (9). O conjunto mantém viva a chama dos anos 60, relembrando os sucessos que marcaram toda uma geração. Hits como “Marcas do que se foi”, “Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones” e “Capeta em forma de guri” estarão no repertório do show inédito em Curitiba, no auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão), às 19h.

Será uma oportunidade única para os nostálgicos. A banda fez sua primeira apresentação em 1962 com o nome The Clevers, rapidamente se destacou e fez um grande sucesso entre os jovens da época, que perpetua até hoje. Liderado pelo baterista Netinho, da formação original, o grupo conta com a participação de Sandro, Leandro e Rubinho Ribeiro.

Em 1963 o grupo já tinha o seu próprio programa musical de televisão intitulado Clevers Show. Contratados pela TV Argentina em 1964, gravam em castelhano, momento em que a banda mudou o nome para Los Increíbles. Após 10 meses em Buenos Aires, retorna ao Brasil com novo nome Os Incríveis e participa da estreia do programa Jovem Guarda pela TV Record, com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa.

Em 1966 a banda assina contrato com a TV Excelsior para comandar nas tardes de domingo o programa Os Incríveis, e nesse mesmo ano, durante um cruzeiro de navio pela Europa, fez o primeiro filme longa-metragem brasileiro em cores: Os Incríveis neste mundo louco, produzido por Primo Carbonari e com direção de Paulino Brancato Jr.

Em Londres, Os Incríveis gravaram um CS pela gravadora Decca, e de volta ao Brasil a banda obteve um grande sucesso com a música “Era um garoto que como eu amava Os Beatles e os Rollings Stones”. Em 1967 assina contrato com a TV Tupi e o programa Os Incríveis se torna líder de audiência nacional. A música “Vendedor de bananas”, de autoria de Jorge Benjor, era o novo sucesso.

Em 1968, se apresentam em diversas cidades do Japão e gravam cantando em japonês: “Kojorono-niji”, “I Love You Tokio” e “Sayonara”. Em 1970, ano da Copa do Mundo, campeões de bilheteria e detentores de muitos troféus, Os Incríveis bateram novo recorde de vendas com a música de “Dom e Ravel: Eu te amo meu Brasil”. A banda ganha também um novo guitarrista e vocalista, Aroldo Santarosa.

Desde 1995, liderado pelo talentoso baterista Netinho, da formação original, o grupo percorre os palcos do Brasil com um show vibrante e emocionante.

Serviço:

Os Incríveis – 60 anos

Data: 09, domingo, às 19h

Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão) – Rua Conselheiro Laurindo, 175 – Centro – Curitiba

Ingressos: Lugares numerados. Disk Ingressos ou nos pontos de venda físicos: Shopping Mueller, Teatro Fernanda Montenegro e Teatro Positivo