Gestão Pública

Paraná adota aplicativo de gestão pública para unificar informações dos 399 municípios

Governo do Estado, através da Secretaria da Inovação, implementou utilização do aplicativo GovFácil para secretarias e entidades governamentais.

Paraná adota aplicativo de gestão pública para unificar informações dos 399 municípios
Governo do Estado, através da Secretaria da Inovação, implementou utilização do aplicativo GovFácil para secretarias e entidades governamentais
Foto: Ari Dias/AEN
Publicado em 19/07/2023 às 15:00

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Inovação, Modernização e Transformação Digital (SEI), adquiriu a licença do aplicativo GovFácil para implementação do sistema de tecnologia e administração pública no Estado. O Paraná é o primeiro estado do Brasil a utilizar o aplicativo de forma unificada entre as secretarias e entidades governamentais. Cada instituição vai receber um tablet com o aplicativo GovFácil, que foi desenvolvido com o objetivo de unir informações através de dados completos, e desburocratizar o acesso aos índices e certidões municipais e estaduais.

A entrega dos primeiros tablets e o treinamento do aplicativo para várias secretarias e órgãos estaduais aconteceu nesta quarta-feira (19). O secretário Marcelo Rangel explica que as funcionalidades do Govfácil vão facilitar a administração dos gestores. “Uma das funções principais da Secretaria da Inovação é desburocratizar o sistema público. Com essa ferramenta, os gestores vão poder acompanhar os dados atualizados e em tempo real sobre municípios e o Estado do Paraná, principalmente em relação às certidões e processos burocráticos. Isso facilita a gestão estadual”, disse Rangel.

Com apenas alguns cliques, os gestores têm acesso a informações atualizadas sobre áreas como educação, saúde, infraestrutura e segurança, o que possibilita embasar decisões estratégicas e direcionar recursos de forma mais eficiente, priorizando áreas que necessitam de maior atenção.

Outro benefício oferecido pelo GovFácil é a disponibilidade de um extrato de certidões de forma simplificada. Esse recurso elimina a necessidade de processos burocráticos e demorados, permitindo que os gestores obtenham informações oficiais e confiáveis sobre os municípios com apenas alguns toques na tela do smartphone.

O secretário estadual do Turismo, Marcio Nunes, já começou a utilizar o aplicativo na pasta. “É uma ferramenta muito funcional entre as prefeituras, secretarias de Estado e o governo como um todo. A ferramenta consegue fazer com o que o prefeito que venha do Interior para a Capital possa ser atendido com qualidade e presteza. A qualidade do atendimento na Secretaria do Turismo já cresceu muito desde quando começamos a utilizar o aplicativo”, afirma Nunes.

A diretora-geral da Secretaria da Fazenda, Marcia do Valle, destaca a utilidade da inovação no Estado. “Realizamos os acompanhamentos dos índices e demais indicadores como obrigações, receitas constitucionais federais e estaduais que compõe toda a movimentação orçamentária dos municípios para facilitar e trazer as gestões das 399 prefeituras para mais perto do Estado”, disse.


MODERNIZAÇÃO – A SEI também anunciou nesta quarta-feira (19) a criação do núcleo de pesquisa voltado exclusivamente ao desenvolvimento de projetos sobre tecnologia e ciência. O Observatório da Transformação Digital e Gestão Sustentável do Estado do Paraná (OTGS) tem a finalidade de monitorar e analisar tendências e impactos da transformação digital no governo. O grupo de pesquisas receberá auxílio de 60 residentes técnicos da 2ª edição do Programa de Residência Técnica em Inovação, Transformação Digital e E-Gov (Restec Integre). Cada secretaria do Estado terá à disposição um residente técnico para as ações de modernização analisadas.

Entre as principais áreas de pesquisa do OTGS, estão os setores de veículos movidos à eletricidade (eletromobilidade) e gestão sustentável das frotas de transporte; digitalização de processos e serviços públicos; comunicação como meio de fortalecimento do ecossistema de inovação; e a utilização do sistema Building Information Modeling (BIM), metodologia inovadora que permite a criação de projetos inteligentes a partir da simulação e construção virtual de empreendimentos. Isso garante mais assertividade e sustentabilidade na execução de obras.