igualdade

Paraná discute estratégias para combater a violência contra a mulher no ambiente de trabalho

Servidoras do Governo do Paraná participaram nesta terça-feira (27) de uma série de palestras sobre o combate à violência contra a mulher no ambiente de trabalho. O evento faz parte do pacote de ações Mulheres por um Paraná Sem Violência, lançado em março pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Paraná discute estratégias para combater a violência contra a mulher no ambiente de trabalho
Paraná discute estratégias para combater a violência contra a mulher no ambiente de trabalho - Foto: Talita Delponte / Semipi
Publicado em 28/06/2023 às 10:20

Servidoras do Governo do Paraná participaram nesta terça-feira (27) de uma série de palestras sobre o combate à violência contra a mulher no ambiente de trabalho. O evento faz parte do pacote de ações Mulheres por um Paraná Sem Violência, lançado em março pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O evento, organizado pela Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa (Semipi), em parceria com a Controladoria-Geral do Estado e a Secretaria de Estado de Administração e Previdência, aconteceu no Guairinha e foi composto por painéis que debateram ações de combate à violência contra as mulheres, com a participação de cinco especialistas no tema.

Os palestrantes (Maria Terezinha Nunes, Izabela Sammarco Antunes Mayelian, Wendel Benevides Matos, Carliane de Oliveira Carvalho e Giuliana Pinheiro Lenza) falaram sobre aspectos do assédio moral e sexual no ambiente de trabalho e caminhos enfrentamentos do problema.

Paraná discute estratégias para combater a violência contra a mulher no ambiente de trabalho

A secretária de Estado da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa, Leandre Dal Ponte, destacou ações em andamento no Estado para a promoção da igualdade entre homens e mulheres e combate à violência. Ela ressaltou a criação da Ouvidoria da Mulher e de uma comissão especializada em parceria com a CGE para investigar denúncias de violência contra servidoras. Além disso, mencionou a existência de uma sala de escuta especializada, atendida por mulheres.

“Nós reduzimos os prazos para tomadas de providências e também fizemos uma ampla campanha de divulgação da Ouvidoria da Mulher. E agora, com este evento, estamos levando cada vez mais longe essa conscientização”, afirmou. 

O chefe da Casa Civil, João Carlos Ortega, disse que a criação da Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa unificou várias ações já existentes no governo estadual. “Uma administração pública só atinge seu pleno funcionamento quando se preocupa com todos os cidadãos. Essa tem sido nossa prioridade desde o início, olhando para os idosos, crianças, povos tradicionais e todos aqueles que lutam por igualdade”, completou.

Paraná discute estratégias para combater a violência contra a mulher no ambiente de trabalho

O secretário de Estado da Administração e Previdência, Elisandro Frigo, destacou que as mulheres são maioria maior entre os servidores públicos do Paraná. Na SEAP, 80% dos cargos de liderança e chefia são ocupados por mulheres. “O Paraná está fazendo o dever de casa. Primeiro, no combate à violência contra a mulher no ambiente de trabalho, mas também nas ações de valorização das mulheres, para inspirar a sociedade”, enfatizou. 

Luciana Carla da Silva de Azevedo, controladora-geral do Paraná, destacou que dar visibilidade à temática feminina é o ponto de partida. “Estabelecemos esse compromisso de implementar medidas efetivas de valorização das mulheres e de proteger cada uma das servidoras”, completou. 

PRESENÇAS – Participaram do encontro a promotora de justiça, Ana Carolina Pinto Franceschi; a procuradora-geral do Estado do Paraná, Letícia Ferreira; a juíza Dilmari Helena Kessler, coordenadora estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEVID), do Tribunal de Justiça do Paraná; a deputada estadual Cloara Pinheiro, procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná; Ana Carolina Pinto, promotora de justiça do Núcleo de Promoção da Igualdade de Gênero; Mariana Pirih Cordeiro, ouvidora do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná; e Daniele Maria Maurícia, representante da OAB Paraná. 

Paraná discute estratégias para combater a violência contra a mulher no ambiente de trabalho