turismo internacional

Paraná é a terceira principal entrada de turistas internacionais no Brasil

Os países que mais mandaram turistas ao Paraná foram Paraguai (49,3%), Argentina (26%) e Estados Unidos (3,3%). Foram, em termos númericos, 257.878 paraguaios, 136.068 argentinos, 17.380 americanos, 12.037 franceses, 9.818 espanhóis, 9.703 uruguaios, 8.851 alemães e 6.764 ingleses.

Paraná é a terceira principal entrada de turistas internacionais no Brasil
Foto: José Fernando Ogura/Arquivo AEN
Publicado em 11/07/2023 às 16:30

O Paraná foi a terceira principal “porta de entrada” dos turistas estrangeiros no Brasil em 2022. Com 522 mil turistas, ficou atrás apenas de São Paulo (1,5 milhão) e Rio de Janeiro (652 mil), segundo a nova edição do Boletim de Dados Turísticos da Secretaria do Turismo do Paraná (Setu-PR). O Rio Grande do Sul (474 mil) e Santa Catarina (140 mil) vieram na sequência.

A diferença entre os dois últimos anos mostra uma evolução grande, levando em consideração os impactos da pandemia. Em 2021, 128.721 viajantes chegaram pelo Paraná no Brasil, ou seja, o aumento foi de 306% em 2022. Em relação a 2018 (948.388), a diferença ainda é 49% menor.

Os países que mais mandaram turistas ao Paraná foram Paraguai (49,3%), Argentina (26%) e Estados Unidos (3,3%). Foram, em termos númericos, 257.878 paraguaios, 136.068 argentinos, 17.380 americanos, 12.037 franceses, 9.818 espanhóis, 9.703 uruguaios, 8.851 alemães e 6.764 ingleses. Em 2018, os turistas que mais chegavam ao Brasil pelo Paraná eram procedentes da Argentina. 

A principal via de acesso dos turistas internacionais continua sendo o modo aéreo, que representa o maior índice no período (acima dos 60%), do total de visitantes, seguido das vias terrestres (21,3%). No Paraná, a maior parte é terrestre.

Nacionalmente, dentro do movimento de recuperação do setor, a entrada de portugueses no País representou crescimento de 2,7% em relação a 2018, único país com indicador positivo nos últimos cinco anos. Os outros ainda estão em patamares inferiores ao início da pandemia. As maiores quedas foram com argentinos (-58,7%), italianos (-50,6%) e peruanos (-49,2%).

“Tendo em vista que ainda vivemos um período pós-pandêmico, observamos que no ano de 2022, as entradas de turistas procedentes do Exterior estão em franca recuperação, o que é motivo de grande alegria”, afirmou o secretário de Estado do Turismo, Marcio Nunes. “O turismo se desenvolve no Estado, impulsionado por iniciativas do governo estadual que chegam atreladas a vontade que as pessoas estão de viajar”.

Confira o Boletim de Dados Turísticos da Secretaria do Turismo do Paraná.