Tecnologia na Educação

Paraná firma novo acordo para uso de tecnologia sul-coreana na educação pública

Objetivo é integrar sistemas que utilizam Inteligência Artificial e outras ferramentas modernas de ensino ao processo pedagógico da rede estadual de ensino, ajudando professores e alunos. O acordo é um desdobramento da missão internacional do Governo do Paraná à Ásia realizada em março deste ano.

Paraná firma novo acordo para uso de tecnologia sul-coreana na educação pública
Paraná firma novo acordo para uso de tecnologia sul-coreana na educação pública - Foto: Ari Dias/AEN
Publicado em 29/06/2023 às 9:40

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta quarta-feira (28) um termo de cooperação com a startup sul-coreana RIIID, que é uma referência em tecnologia educacional, para o uso de novas tecnologias na rede estadual de ensino do Paraná. O acordo é um desdobramento da missão internacional do Governo do Paraná à Ásia realizada em março deste ano.

Entre as ferramentas desenvolvidas pela startup, estão sistemas que utilizam Inteligência Artificial (IA), algoritmos para previsão e mapeamento do aprendizado dos estudantes, sistema de recomendação de conteúdos com base no perfil de cada aluno e de Processamento de Linguagem Natural (PLN).

Segundo Ratinho Junior, o intercâmbio de informações e experiências com outros países é uma forma de avançar ainda mais na educação pública. “Em nossa visita à Coreia do Sul, tivemos a oportunidade de conhecer novas tecnologias de ensino como as da startup RIIID, que é uma referência neste segmento e detém diversas patentes mundiais na área de tecnologia educacional”, afirmou.

“Nada substitui a relação entre professor e aluno, mas aqui no Paraná nós temos buscado novas ferramentas para auxiliar os docentes a modernizarem as suas aulas, tornado-as mais interativas e utilizando a tecnologia, que faz parte do nosso cotidiano, em benefício do aprendizado”, acrescentou o governador.

O protocolo prevê a comercialização e a representação exclusiva de sistemas, soluções, equipamentos e demais acessórios da RIIID e de seus parceiros comerciais, bem como o intercâmbio e a cooperação tecnológica entre as áreas técnicas da Celepar e da startup para o desenvolvimento de novos sistemas, soluções e equipamentos.

A partir de agora, a Celepar coordenará um trabalho conjunto com a empresa para a adaptação de ferramentas como a Inteligência Artificial (IA) às características da educação paranaense. A companhia será responsável, em conjunto com técnicos da Secretaria de Estado da Educação, por adequar os sistemas sul-coreanos às dinâmicas da rede estadual de ensino.

De acordo com o presidente da Celepar, Gustavo Garbosa, o compromisso da empresa é sempre trazer o que há de melhor em tecnologia para tornar os serviços públicos do Paraná mais eficientes. “No caso da RIIID, a ideia é criar um sistema de inovação para auxiliar os professores em seus métodos pedagógicos, ajudando os estudantes a aprenderem mais e melhor”, disse.

“A equipe da Celepar vai atuar para que a IA coreana entenda como o processo pedagógico funciona no Paraná, que difere da realidade da Coreia do Sul, de forma a otimizar o seu funcionamento, aprimorando-a à nossa realidade”, complementou Garbosa, que informou ainda que a perspectiva é de que os primeiros projetos-pilotos possam começar a ser implementados em algumas unidades escolares a partir de agosto deste ano.

RIID – A empresa sul-coreana de Edtech RIIID foi fundada em 2014 com o objetivo de inovar o setor educacional, utilizando IA para tornar o aprendizado mais conveniente, apresentando tutores personalizados. A empresa acumula atualmente mais de 2,5 milhões de usuários no Japão e Coreia do Sul.

Sediada em Seul e com uma subsidiária nos Estados Unidos, a empresa ganhou destaque em 2016 quando lançou seu aplicativo Santa for TOEIC, voltada a estudantes que desejam prestar o teste de proficiência em inglês, e o Ednet, um conjunto de dados de mais de 131 milhões de interações de alunos.

MAIS TECNOLOGIA – As novas tecnologias da startup sul-coreana somam-se a outras frentes de trabalho do Governo do Paraná que busca modernizar os processos da educação estadual, considerada a melhor do País de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

A rede estadual também vem ao ano a ano ampliando o acesso a plataformas educacionais e modernizando o currículo, como a Robótica, que começou em 2022 como aula extracurricular em cerca de 250 colégios e, neste ano, entrou na matriz da educação integral nos anos finais do ensino fundamental e para parte dos estudantes da 2ª série do médio, chegando a quase 1,5 mil instituições.

Outro exemplo é o Pensamento Computacional, iniciado na matriz do novo ensino médio ano passado e expandido para os 8º e 9º anos do fundamental com duas aulas semanais neste ano letivo. Recentemente, também foi implementado um sistema de reconhecimento facial na chamada para otimizar o tempo das aulas e dar mais segurança e controle na presença.

Além disso, novas plataformas foram disponibilizadas para dar apoio aos professores, aumentar o engajamento dos estudantes e dar opção para eles também aprenderem fora da sala de aula. É o caso do Leia Paraná, plataforma de livros digitais disponível desde fevereiro a todos os alunos com temas atuais, de interesse social e conteúdos inclusivos adequados às faixas etárias.

A matemática gamificada, inicialmente usadas apenas com estudantes do 6º ano – que acabam de ingressar na rede estadual – foi expandida para todas as séries. O modelo ganhou uma segunda plataforma, com ferramentas lúdicas para estimular a aprendizagem de uma disciplina que pode ser um desafio para muitos, por meio de jogos interativos e educacionais.

As modernizações vieram acompanhadas de investimentos em equipamentos, como a compra de dezenas de milhares de novos computadores, notebooks e kits robótica no início do ano e a aquisição de 50 mil novos tablets que começaram a ser entregues em junho.

PRESENÇAS – Também participaram da assinatura o vice-governador Darci Piana; o diretor-geral da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, Christiano Puppi; o diretor de Relações Internacionais e Institucionais da Invest Paraná, Giancarlo Rocco; e o diretor de Tecnologia e Inovação da Secretaria de Estado da Educação, Claudio Aparecido de Oliveira. Pela RIIID, estiveram presentes o diretor Comercial, Yukuy Ha; o analista Comercial Paul Kuper; o desenvolvedor Eunju Kim e o analista Yosep Lee.