Combate ao racismo

Paraná recebe Caravana Juventude Negra Viva na próxima semana

Programa é do Ministério da Igualdade Racial e, no Paraná, a Secretaria estadual da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa estará à frente da iniciativa. Será realizado um evento em Curitiba, dias 17 e 18, para ouvir demandas e buscar soluções para a violência que afeta este segmento da sociedade

Paraná recebe Caravana Juventude Negra Viva na próxima semana
Paraná recebe Caravana Juventude Negra Viva na próxima semana
Foto: SEMIPI
Publicado em 13/07/2023 às 9:15

O Paraná receberá na próxima semana uma caravana participativa para a construção do Plano Juventude Negra Viva, que tem como objetivo unificar as demandas e promover mudanças reais frente aos desafios enfrentados por esse segmento da população. O programa é desenvolvido pelo Ministério da Igualdade Racial e vai percorrer todas as capitais do Brasil. No Paraná, a Secretaria de Estado da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa (Semipi) está à frente da iniciativa.

A principal atividade da caravana no Paraná será um encontro, em Curitiba, na segunda-feira e na terça-feira (17 e 18 de julho). Além de representantes do Governo do Estado e de entidades que atuam em prol da igualdade racial, a previsão é receber jovens negros de diversas regiões. O encontro vai discutir demandas e buscar soluções para a desigualdade racial e a violência que afeta de forma desproporcional a juventude negra.

O evento será dividido em dois momentos. O primeiro consiste na criação de canais de comunicação direta com a juventude negra paranaense, incluindo pessoas pretas retintas e não-retintas, com idade entre 14 e 29 anos. O objetivo é construir, de forma coletiva, um diagnóstico realista, que reflita a realidade de cada região do Paraná.

A partir desse diagnóstico, serão elaborados documentos contendo as demandas básicas, compreendidas e registradas durante esse processo de escuta direta. Esses documentos serão estruturados e formalizados de forma propositiva e representativa, para apresentá-los posteriormente em um evento específico em Curitiba.

O segundo momento do evento será o trabalho para unificar as demandas juvenis previamente diagnosticadas e promover discussões entre o governo estadual, representado pela Semipi, representantes da juventude negra e o governo federal.

Durante o evento, as propostas mais interessantes e relevantes serão acolhidas e estudadas. Depois, serão desenvolvidas, formuladas e apresentadas ao Ministério da Igualdade Racial, com o objetivo de transformá-las em projetos de lei executáveis no Plano Plurianual (PPA). Essa iniciativa busca efetuar mudanças reais na perspectiva de futuro da juventude negra paranaense, proporcionando oportunidades e igualdade de direitos.

“É preciso unir forças para conseguir melhores resultados e entender que a diferença entre nós é que gera o verdadeiro crescimento”, enfatiza a diretora de Igualdade Racial, Povos e Comunidades Tradicionais, da Semipi, Clemilda Santiago.


GT INTERMINISTERIAL – Para elaborar uma proposta para o Plano Juventude Negra Viva, foi instituído um Grupo de Trabalho Interministerial no âmbito do Ministério da Igualdade Racial e da Secretaria-Geral da Presidência da República, por meio do Decreto nº 11.444, de 21 de março de 2023. O plano visa reduzir a violência letal e as vulnerabilidades sociais enfrentadas pela juventude negra, além de combater o racismo estrutural.

As principais atribuições do GT são elaborar um diagnóstico sobre a atual situação da violência letal e das vulnerabilidades sociais que afetam a população negra entre 15 e 29 anos, propor diretrizes e estratégias para o Plano Juventude Negra Viva, e propor ações e medidas que farão parte do plano, com foco nos seguintes eixos temáticos: segurança pública e acesso à justiça; geração de trabalho, emprego e renda; educação; democratização do acesso à cultura e à ciência e tecnologia; promoção da saúde; e garantia do direito à cidade e à valorização dos territórios.