absurdo

PCPR e PMPR prendem duas pesssoas por estupro de vulnerável e coação em Sengés

O homem era padrasto das menores. Além disso, foi também presa a mãe, pelo crime de coação., na tentativa de defender o marido.

PCPR e PMPR prendem duas pesssoas por estupro de vulnerável e coação em Sengés
Foto - PCPR
Publicado em 27/06/2023 às 15:30

A Polícia Civil do Paraná (PCPR), com apoio da Polícia Militar do Paraná (PMPR), prendeu preventivamente um homem, de 53 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra duas enteadas, em Sengés, região dos Campos Gerais. A mãe das vítimas, de 42. também foi presa pelo crime de coação no curso do processo. As capturas foram realizadas nesta segunda-feira (26), no mesmo município. 

O delegado da PCPR Gabriel Munhoz explica que os crimes ocorreram desde quando as vítimas tinham 12 anos de idade. “Os abusos inicialmente consistiam em carícias nas partes íntimas das meninas, mas depois a violência passou a ser ainda mais incisiva, com relações sexuais forçadas e uso de violência física”, afirma Munhoz. 

As investigações também apontaram que a mulher, de 42, permaneceu convivendo com o investigado, mandando mensagens e recados para que as filhas negassem os fatos na intenção de coagi-las e defender o companheiro.  

O homem foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável e encaminhado à cadeia pública de Jaguariaíva. A mulher foi indiciada pelo delito de coação no curso do processo e conduzida à cadeia pública de Sengés.  

DENÚNCIAS – Aquele que tomar conhecimento da prática de algum crime contra criança ou adolescente deve denunciar. 

A PCPR solicita a colaboração da população com informações que auxiliem em casos de violência contra crianças e adolescentes. As denúncias podem ser feitas de forma anônima através do 197, da PCPR e 181, do Disque Denúncia.  

Se a violência estiver ocorrendo naquele momento, a pessoa deve acionar a Polícia Militar, por meio do 190.