Uma das melhores

Ranking internacional aponta UEL entre as melhores universidades brasileiras para 2024

Nesta edição, o ranking passou por uma atualização metodológica, com a finalidade de refletir as mudanças nas prioridades dos universitários e os interesses da sociedade na atualidade. Nesse cenário, foram incorporados três novos indicadores: sustentabilidade, empregabilidade dos egressos e rede internacional de pesquisa.

Ranking internacional aponta UEL entre as melhores universidades brasileiras para 2024
Ranking internacional aponta UEL entre as melhores universidades brasileiras para 2024
Foto: SETI-PR
Publicado em 06/07/2023 às 9:20

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) é a 28ª melhor instituição de ensino superior do Brasil, de acordo com o QS World University Ranking 2024, da consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS). O levantamento envolve quase 30 mil universidades públicas e privadas de 104 países da América Latina, América do Norte, África, Ásia, Europa e Oceania. Ao todo, o ranking classificou 35 instituições brasileiras e 192 latino-americanas. Considerando todo o continente, a estadual paranaense ocupa a posição 185.

Nesta edição, o ranking passou por uma atualização metodológica, com a finalidade de refletir as mudanças nas prioridades dos universitários e os interesses da sociedade na atualidade. Nesse cenário, foram incorporados três novos indicadores: sustentabilidade, empregabilidade dos egressos e rede internacional de pesquisa.

Outros indicadores utilizados em edições anteriores também foram reformulados. São quesitos como reputação acadêmica, reputação entre empregadores, citações, proporção de professores por alunos, proporção de estudantes estrangeiros e corpo docente internacional. Os resultados são baseados em análises de mais de 240.000 pesquisadores e empregadores e 17,5 milhões de trabalhos científicos.

Com nota 13,4 na proporção de professores por alunos, a UEL ficou à frente, nesse critério, de outras universidades brasileiras mais bem avaliadas na classificação geral, como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FURGS) e a Universidade de Brasília (UnB).

A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da UEL, professora Silvia Márcia Ferreira Meletti, associa essa nova classificação internacional ao compromisso da instituição com a produção científica. “Esse reconhecimento é resultado do trabalho de professores e estudantes dedicados à pesquisa e produção de conhecimento científico qualificado, que reflete o valor da ciência produzida na universidade e proporciona benefícios imensuráveis para o Paraná e o Brasil”, afirma.

Além da UEL, o QS World University Ranking 2024 também classificou a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). As instituições figuram nas posições nacionais 14 e 27, respectivamente. No mundo, a UFPR aparece no grupo 1001-1200. A UEL e a PUCPR estão em 1401+.