odontologia

Repasses do Estado para atendimentos odontológicos nos municípios somam R$ 31 milhões

Volume de recursos abrange o período de 2019 para cá. Destaque são recursos para os municípios comprarem kits odontológicos, que permitem a instalação de salas completas para atendimento a pacientes. Apenas neste ano os repasses para kits somam R$14,9 milhões.

Repasses do Estado para atendimentos odontológicos nos municípios somam R$ 31 milhões
Repasses do Estado para atendimentos odontológicos nos municípios somam R$ 31 milhões Foto: Geraldo Bubniak/AEN
Publicado em 10/05/2023 às 15:03

O Governo do Estado investiu, desde 2019, mais de R$ 31 milhões na área de saúde bucal ofertada nos municípios. O investimento insere-se nas ações de fortalecimento na qualificação da Atenção Primária à Saúde (APS) e abrangem desde a compra de insumos até o repasse de valores para que os municípios realizem a aquisição de kits odontológicos planejados. Os kits são destaques nesta ação, pois permitem a instalação de salas completas para atendimento de pacientes.

Apenas neste ano, os repasses direcionados aos kits odontológicos somam R$ 14,9 milhões, o que permitiu a aquisição de 597 conjuntos deste tipo. Este investimento se deu através da resolução 859/2022, da Secretaria da Saúde, publicada em 19 de dezembro de 2022 e que prevê o valor de R$ 25 mil para cada equipe de saúde bucal no Estado.

Estão previstos repasses de 1.399 kits odontológicos direcionados aos municípios das 22 Regionais de Saúde que possuem Equipes de Saúde Bucal (eSB), possibilitando mais prevenção e tratamento dentário e garantindo um melhor atendimento nesta área.

“Estes investimentos em insumos e kits odontológicos transformam a realidade cotidiana dos municípios, fortalecendo a Rede de Atenção Primária em Saúde. Estamos falando de maior oferta de atendimento adequado com qualidade, infraestrutura e acesso”, afirma o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Além do aporte para os kits odontológicos, houve também investimentos para compra de insumos para o Programa Estadual Bochecho com Flúor, de prevenção de cáries em alunos de escolas estaduais e municipais, e o Programa Estadual de Mínima Intervenção em Odontologia, que incorpora o conceito de máxima preservação das estruturas dentais sadias.

Outro destaque nessa área envolve os repasses do incentivo mensal da Atenção Primária para 391 municípios, que somam, até o momento, R$ 17 milhões.

NOVA PARCERIA – Nesta segunda-feira (08), a Secretaria da Saúde também confirmou a adesão ao Programa Brasil Sorridente, lançado governo federal. A medida busca expandir investimentos e ações de atendimento em saúde bucal, promovendo o acesso da população a estes serviços.

Dentre os pontos mais importantes, estão o credenciamento de 386 novas equipes de Saúde Bucal distribuídas em 62 municípios, sendo 75 para atuação de 40 horas e 311 com carga horária diferenciada. Outro destaque foi a habilitação do serviço de produção de próteses dentárias, este para outros 19 municípios. Ao todo, os repasses do governo federal somam R$ 1,5 milhão, com R$ 981 mil em repasses mensais e outros R$ 525 mil destinados ao incentivo de implantação das equipes.

“A saúde bucal é um tema valioso e os investimentos direcionados a essa área possuem uma grande importância. Por isso, toda parceria neste sentido é digna de comemoração. Com estas novas equipes, será possível garantir ainda mais que nenhum paranaense que necessite deste tipo de serviço fique desassistido”, complementa Beto Preto.