Ciência e Inovação

UEL apresenta projetos de ensino e extensão na 75ª Reunião Anual da SBPC

De acordo com a Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (Proex), sete ações envolvendo 15 docentes e 35 estudantes da UEL irão compor a SBPC Jovem, uma das atividades da Reunião Anual da SBPC destinadas a estudantes e professores do Ensino Básico.

UEL apresenta projetos de ensino e extensão na 75ª Reunião Anual da SBPC
Projetos de ensino e extensão da UEL participam da 75ª Reunião Anual da SBPC
Foto: O Perobal/UEL
Publicado em 20/07/2023 às 10:15

Estudantes e docentes da Universidade Estadual de Londrina (UEL) vão participar da 75ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência (SBPC), maior evento científico da América Latina, que será realizado entre os dias 23 e 29 de julho, em Curitiba. 

De acordo com a Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (Proex), sete ações envolvendo 15 docentes e 35 estudantes da UEL irão compor a SBPC Jovem, uma das atividades da Reunião Anual da SBPC destinadas a estudantes e professores do Ensino Básico. Os alunos envolvidos pertencem aos departamentos de Enfermagem, Ciência da Informação, Física, Tecnologia de Alimentos, Zootecnia, Geografia, Educação Física, Matemática, Ciências Sociais, Letras Estrangeiras Modernas e Microbiologia. 

“A expectativa é muito boa já que o evento é um espaço privilegiado para demonstrarmos as nossas ações de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação”, avalia a pró-reitora da Proex, Zilda Andrade.

As movimentações para a seleção e organização das ações tiveram início em dezembro do ano passado, envolvendo toda a equipe da Proex e outros setores da UEL. Já a seleção dos projetos e alunos foi realizada via edital. 

Contando com expectativa de público de cerca de 20 mil pessoas por dia, o evento vai ser realizado no campus Centro Politécnico, da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A programação ainda inclui 630 palestrantes, 220 atividades científicas, 66 conferências, 55 webminiucursos, 224 debates, 84 mesas-redondas e 74 ações culturais, além de reunir chefes de estado, ministros e demais autoridades. 

A UEL irá contar com um estande próprio e apresentará sete ações. Confira um pouco mais sobre cada uma delas:


Microbiologia 

Uma ação prevê apresentar conceitos da Microbiologia no dia a dia e irá envolver seis alunos. As atividades desenvolvidas serão: microscopia para visualização de bactérias e fungos; visualização de placas de Petri contendo bactérias, fungos, antibiograma; ensaio de Colilert com fluorescência; visualização de bactérias fluorescentes dentro de nematóides, ensaio de catalase (tubos) e série bioquímica, indicador de PH; efeito Tyndall (característica de nanopartículas) na Nanotecnologia e Antimicrobianos; e maquete de microrganismos (vírus, bactérias e fungos) elaborados artesanalmente (isopor e outros materiais). Coordenam este trabalho os docentes do Departamento de Microbiologia da UEL Gerson Nakazato, Renata Kobayashi e Ligia Carla Faccin Galhardi. 

Meio ambiente 

Outra ação irá envolver os cinco PETs (Programas de Educação Tutorial) da UEL, que são desenvolvidos pelos cursos de Geografia, Educação Física, Física, Matemática e Zootecnia. Com a atividade, os visitantes do estande serão convidados a participarem de uma pintura coletiva que busca a sensibilização do público sobre os cuidados com o meio ambiente. Estão envolvidos os professores Ana Maria Bridi (Zootecnia), Jeani Delgado Paschoal Moura (Geografia) e Paulo Antonio Liboni Filho (Matemática). 

Saúde 

A UEL também irá apresentar o processo de produção da kombucha, bebida produzida com as frutas pitaya, camu-camu, juçara, grumixama, entre outras. Nesta ação, coordenada pelas professoras do Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos Adriana Lourenço Soares Russo e Karla Bigetti Guergoletto, haverá a demonstração dos microrganismos responsáveis pela fermentação do produto e efeitos microbianos das frutas não convencionais sobre microrganismos. 

Ainda envolvendo ações relacionadas à saúde, seis alunos e três professores do Departamento de Enfermagem irão abordar a produção da HelP, máscara de resina tipo N-95. Mais confortável e sustentável, a HelP foi desenvolvida por doutorandos e mestrandos ligados ao Grupo de Estudos em Editoração Científica, Gestão do Cuidado e Saúde do Trabalhador (Geest). São responsáveis pela ação os docentes do Departamento de Enfermagem Renata Perfeito Ribeiro, Helenize Ferreira Lima Leachi e Aline Franco da Rocha, que também irão distribuir exemplares em miniatura da máscara aos visitantes que toparem participar de desafios propostos no estande da UEL. 

Política 

Um projeto envolvendo a utilização de jogos de RPG na apresentação de conceitos sobre o funcionamento do regime democrático também estará presente no estande da UEL. Coordenado pelos professores do Departamento de Ciências Sociais Renata Schevisbiski e Rodrigo Ricardo Mayer, a ação colocará os visitantes para se enfrentarem no “The world begins with you: Demokratas”, jogo que oferece uma abordagem diferenciada para o trabalho dos professores do Ensino Básico. 

Informação 

Dois estudantes e dois docentes do Departamento de Ciência da Informação da UEL também irão participar da feira com uma demonstração interativa dos “Caminhos da Informação na Sociedade dos Tempos Atuais”, ação que utiliza uma maquete 3D para demonstrar os fluxos percorridos pelas informações presentes em documentos históricos. A ação será coordenada pelos professores Roberta Albanielle Garcia e Eliandro Santos Costa. 

Letras Espanhol 

Dentre as atividades previstas pela docente do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas Jacicarla Souza da Silva, estão a promoção de atividades interativas e de conteúdos relacionados à língua e cultura espanhola utilizando jogos, fotografias e dinâmicas multimidiáticas. A professora e os quatro alunos participantes irão aplicar perguntas relacionadas também às outras seis ações desenvolvidas pela UEL, promovendo o conhecimento dos visitantes.